Por tabata.uchoa
Publicado 27/07/2013 17:04 | Atualizado 27/07/2013 18:26

Rio - O casal Haroldo Lucena e Mariselma da Silva tem filhos gêmeos, um menino e uma menina de 1 ano e cinco meses. A menina Ruhama nasceu com má-formação, enquanto Amin Mateus não tem problema algum. Hoje (27), eles conseguiram a bênção do papa Francisco, quando ele deixava a Catedral do Rio. O santo padre celebrou uma missa para bispos, sacerdotes e religiosos que participam da Jornada Mundial da Juventude (JMJ). Depois da bênção, o papa deu quatro terços para Haroldo, Mariselma e os filhos.

Para o casal, a bênção do papa foi uma emoção muito grande, mas de acordo com Lucena, o encontro teve o objetivo de pedir a interferência do pontífice para que a presidenta Dilma Rousseff vete a lei aprovada no Congresso, que permite o aborto para crianças com má-formação ou sem cérebro. “Essa criança está com um ano e cinco meses e os dois são gêmeos da mesma placenta. Pela interseção do beato João Paulo II é que essa criança está aqui. Nossa finalidade de ter saído do Rio Grande do Norte até aqui é só para pedir à presidenta que não assine a lei. Mais nada nos interessa”, comentou.

A família foi para Aparecida, em São Paulo, na tentativa de ter um contato com o Papa na quarta-feira. Segundo a mãe das crianças, os quatro só chegaram quando a missa na basílica da padroeira do Brasil já tinha acabado. “Fomos até Aparecida só que quando chegamos lá a missa tinha terminado e não deu tempo de chegar até ele. Ficamos tristes, mas o padre Pedro nos ajudou e trouxe a gente para cá.”

Fiéis se aglomeram para ver o Papa na Catedral MetropolitanaCarlos Moraes / Agência O Dia


Você pode gostar