'Jovens, sejam o futuro do mundo', pede o Papa Francisco

Discurso emocionou mais de 3 milhões de pessoas que acompanharam a Vigília na Praia de Copacabana

Por thiago.antunes

Rio - O discurso do Papa Francisco na Vigília da Jornada Mundial Juventude, realizada neste sábado nas areias da Praia de Copacabana, emocionou os mais de 3 milhões de fiéis que compareceram à celebração no local.

"Sejam cristãos autênticos e não cristãos de fachada", começou. "O verdadeiro Campus Fidei é o coração de cada um de vocês. Somos o campo da fé de Deus. Queridos jovens, o senhor os necessita. Sigam as notícias do mundo e vejam que muitos jovens saíram para as ruas para ter uma civilização mais justa. São os jovens os protagonistas da mudança. Vocês são o futuro do mundo. Sejam o futuro dele", discursou o Sumo Pontífice.

Antes da cerimônia de Adoração ao Santíssimo Sacramento, os jovens fizeram alguns minutos de silêncio e rezeram em línguas diferentes. A cerimônia de celebração ao Santíssimo Sacramento começou por volta das 21h30, com a benção do Papa. A celebração acabou por volta das 22h, quando o Santíssimo foi retirado do palco e retornou à capela. Muitos peregrinos resolveram retornar às suas casas, mas a grande maioria permaneceu na praia, onde a Vigília segue até o começo da manhã deste domingo.

Pequeno tumulto nas areias

Um pequeno tumulto começou na Praia de Copacabana, quando ativistas na Marcha das Vadias tentaram chegar até as areias onde é celebrada a Vigília do Papa Francisco. A Força Nacional de Segurança fez um cordão de isolamento de quase 100 homens, todos deram o braço para evitar a passagem do protesto. O cordão se estendeu até o mar.

Com palavras de ordem e fazendo paródias dos cânticos dos jovens peregrinos ("Esta é a juventude laica"), as mais de 4 mil mulheres pararam no local, na altura do hotel Othon Palace.

Rafaela Oliveira, 28 anos, universitária, Mariana Azeredo, 27 anos, professora de geografia, tiraram a blusa, o que deixou peregrinos que passavam no local consternados. Mariana protestou em frente à segurança. "Quero expressar minha sexualidade livre, sou mãe de uma menina e não quero reproduzir essa cultura de inquisição."

Pouco tempo depois, manifestantes acabaram furando o bloqueio e começaram a queimar as próprias identidades, Julio Cesar de Andrade, 29 anos, universitário falou sobre o ato. "Quem quemou minha identidade foi a Força Nacional", afirmou. Outro estudante, João woucher, 25 anos, citou o filme "Hair" como inspiração. "Queimar a identidade do estado é um inicio do caminho de busca da própria identidade", contou.

Mais de três milhões de pessoas acompanham cerimônia com PapaMaria Luiza Mesquita / Agência O Dia

Peregrinos que presenciaram a cena entoaram cânticos e rezaram próximos aos manifestantes.

Papa é ovacionado em Vigília

Começou, por volta das 19h30 deste sábado, a Vigília do Papa Francisco na Praia de Copacabana, Zona Sul do Rio. Mais de 3 milhões de pessoas acompanham a cerimônia, muitas delas das calçadas da Avenida Atlântica, já que a faixa de areia está completamente tomada por fiéis de várias nacionalidades.

Quando o Santo Padre entrou no palco, foi prontamente ovacionado. Após uma breve saudação, o ator Tony Ramos entrou no palco e discursou sobre o amor de Jesus provado na Cruz. Ele citou São Francisco de Assis, "que teve a coragem de viver a vontade de Deus". Logo após, frades franciscanos entraram no palco.

Multidão nas areias de CopacabanaAlexandre Vieira / Agência O Dia

Após uma rápida apresentação, vários jovens deram depoimentos de como a religião mudou a vida deles em algum momento. Um deles contou que largou as drogas graças à Igreja. Outro rapaz comentou as dificuldades que enfrenta morando em uma comunidade pobre do Mato Grosso do Sul.

Vários números musicais e apresentações marcaram a celebração. Enquanto esperavam, muitas pessoas dormiram ou fizeram lotes nas areias, demarcando lugares.

Bombeiros contabilizam 100 salvamentos em Copacabana

Mais de cem pessoas foram resgatadas do mar neste sábado, em Copacabana, segundo o 3ª Grupamento Marítimo (GMar), responsável pela região. Em nenhum dos casos houve necessidade de atendimento médico e as pessoas foram liberadas na mesma hora. O Corpo de Bombeiros foi procurado, mas informou que só vai ter mais detalhes sobre os afogamentos após o evento.

Enquanto os peregrinos esperavam a chegada do Papa Francisco para o início da Vigília, na noite deste sábado, foram orientados pelos apresentadores do evento a evitarem o banho do mar. "Não se dirijam ao mar porque ele já está revolto. O Corpo de Bombeiros não dará conta de fazer os atendimentos e nós não queremos que nenhum de vocês corra risco de vida. Ajude aqueles que estão ao seu lado para que não se aproximem do mar em hipótese alguma a partir de agora", aconselhou um dos apresentadores, em português.

Alegria dos peregrinos em CopaAlexandre Vieira / Agência O Dia

Papa abençoa fiéis durante passagem

Assim como ocorreu nos outros dias, o Papa Francisco desceu do Papamóvel, durante o trajeto até a praia de Copacabana para a Vigília com os jovens, na noite desta sábado, e beijou e abençoou crianças.

Muitos presentes e objetos foram lançados direção ao veículo. Francisco desceu do Papamóvel para abençoar um cadeirante. Ele também cumprimentou o público na grade. Mais de três milhões de pessoas esperaram pelo começo do evento. A expectativa é que o número chege a mais de 4 milhões, segundo estimativas da Prefeitura.

Pelo Twitter, antes de chegar ao Forte de Copacabana, o Papa postou a seguinte mensagem na rede social: "Queridos jovens, possam vocês aprender a rezar todos os dias: esse é o
modo de conhecer Jesus e fazê-lo entrar na própria vida." O Papa seguiu em direção ao palco central para o evento da Vigília.

Uma assinatura que vale muito

Contribua para mantermos um jornalismo profissional, combatendo às fake news e trazendo informações importantes para você formar a sua opinião. Somente com a sua ajuda poderemos continuar produzindo a maior e melhor cobertura sobre tudo o que acontece no nosso Rio de Janeiro.

Assine O Dia