Prefeito diz que Guaratiba não é Área de Preservação Permanente

Eduardo Paes divulgou balanço geral da Jornada Mundial da Juventude

Por bianca.lobianco

Rio - O prefeito Eduardo Paes, disse em entrevista coletiva realizada nesta segunda-feira, que vai publicar nesta terça-feira, no Diário Oficial, a desapropriação do terreno em Guaratiba onde seria realizada a Vigília e a Missa do Envio durante a visita do Papa. Durante balanço feito sobre a Jornada Mundial da Juventude, Paes negou que o terreno seja de Área de Preservação Permanente, ou seja, não edificável. Segundo ele, a Igreja iria ocupar o lugar dentro do que prevê a legislação. O prefeito considera uma absurdo as acusações de que haveria ocupação irregular.

Balanço da Jornada

Sobre os números da Jornada Mundial da Juventude, a prefeitura informou que nove milhões de pessoas passaram em Copacabana em quatro dias de evento no local. A SuperVia bateu recorde de movimento no sábado, na Central do Brasil, quando 155.777 passageiros embarcaram em um único dia.

O Metrô Rio também registrou números nunca alcançados. Foram três milhões de passageiros em 4.250 partidas. O sistema de ônibus funcionou com toda a frota: 8.800 veículos. Durante toda a Jornada, 3,5 milhões de passageiros foram transportados. A Comlurb coletou 390 toneladas de lixo, sendo 45 toneladas de material reciclável.

Atendimento

A prefeitura informou que foram feitos 4.780 atendimentos em 11 postos espalhados em Copacabana. Foram necessárias 84 transferências, mas não houve nenhum caso grave. A maioria dos peregrinos buscou a ajuda da equipe médica por conta de mal-estar, crise de asma, hipertensão, vômito, diarreia, dor lombar e cansaço.


Uma assinatura que vale muito

Contribua para mantermos um jornalismo profissional, combatendo às fake news e trazendo informações importantes para você formar a sua opinião. Somente com a sua ajuda poderemos continuar produzindo a maior e melhor cobertura sobre tudo o que acontece no nosso Rio de Janeiro.

Assine O Dia