Mulher é expulsa de avião por se recusar a para de cantar canção da Whitney

Tripulantes do avião se irritam com a passageira cantando loucamente

Por O Dia

EUA - Um piloto da American Airlines foi forçado a fazer um pouso de emergência depois que uma passageira se recusou a parar de cantar um hit de sucesso da cantora Whitney Houston - "I will Always love you". A performance solo começou logo no início de um vôo doméstico de Los Angeles para Nova York, na última quinta-feira. A mulher ao cantar sem parar, rapidamente tornou-se excessiva e irritante para os tripulantes do avião

O piloto foi forçado a mudar de rumo no meio do vôo de seis horas e fazer uma parada não programada na cidade do Kansas, para oficiais poderem escoltar e retirar a passageira do avião. O porta-voz do aeroporto, Joe McBride disse à WBTV: "A mulher estava sendo perturbadora e foi retirada do avião por interferir na viagem da tripulação do avião". Um Marechal do Ar federal, subjulgou a mulher colocando-a em algemas e romovendo-a do avião.

Apesar de os passageiros não poderem tirar fotografias enquanto aeronave está a bordo, um conseguiu filmar brevemente a mulher, sendo escoltada pelo corredor do avião, algemada ainda cantando a música pop dos anos 1990.

A mulher foi entrevistada e mais tarde libertada sem acusações. A música que ela escolheu para entreter seus companheiros de viagem, é mais conhecida por cobertura de Whitney Houston no filme O Guarda-Costas que foi originalmente lançado pela cantora e compositora country Dolly Parton em 1974.

Últimas de _legado_Mundo e Ciência