Por bianca.lobianco

A explosão de duas bombas perto de uma mesquita sunita e de uma perto de um cortejo fúnebre sunita mataram, nesta sexta-feira, 49 pessoas no Iraque, informaram as autoridades locais. Há dois dias, ataques mataram dezenas de xiitas.

Os confrontos sectários no Iraque já mataram dezenas de milhares de pessoas. O país vive um momento de tensão entre a minoria sunita e a maioria xiita.

A primeira bomba explodiu quando fiéis saíam da mesquita de Saria na cidade de Baquba, ao norte de Bagdá. A segunda explosão ocorreu depois de pessoas se reunirem no local, matando um total de 41 pessoas e ferindo 57, segundo a polícia e um médico.

Na cidade de Madain, a sul de Bagdá, outra bomba explodiu perto do cortejo fúnebre de um homem sunita, deixando oito mortos e 25 feridos, informaram autoridades de saúde e de segurança locais.

Os atentados são os mais recentes ataques contra sunitas e xiitas nas últimas semanas. Membros da minoria sunita acusam as autoridades de atacar a sua comunidade por meio de detenções injustas e acusações de envolvimento em atividades terroristas.


Você pode gostar