Uma viagem em busca da cura

Jovem com esclerose múltipla conta em livro como se tratou com técnica milenar indiana

Por bferreira

Rio - O que fazer quando se tem uma doença incurável? Diagnosticada com esclerose múltipla em 2006, com apenas 24 anos, a arquiteta Laura Pires, hoje com 31, e o psicólogo Marcus Fahr Pessoa, 35, seu marido à época, tentaram responder à pergunta. E garantem ter encontrado a resposta graças à Medicina Ayurvédica.

A doença fez Laura perder parcialmente a visão do olho esquerdo, além de lhe tirar os movimentos do braço e da perna do mesmo lado. A trajetória da moça do diagnóstico até a incrível superação é contada no recém-lançado livro ‘Em Busca da Cura’ (Casa da Palavra), escrito por Marcus. Foi ele quem insistiu no tratamento, feito na Índia. “O tratamento convencional era à base de corticoide e eu tinha medo dos efeitos colaterais, por isso busquei a medicina alternativa”, diz Laura. “Na hora do desespero, quisemos tentar”, conta Marcus.

O tratamento durou 21 dias e não foi fácil. “Eles faziam uma lavagem diária nos olhos de Laura com uma espécie de manteiga por 20 minutos e retiravam as toxinas do corpo com fortes laxantes”, diz Marcus. Além disso, ela precisava seguir orientações subjetivas, como ficar longe do fogo. “Eu comecei a melhorar, por isso resolvi mergulhar na tradição”, diz Laura.

A ‘viagem’ devolveu a visão e os movimentos de Laura. Hoje, ela acredita ter equilíbrio entre corpo e da mente. “A vida regrada combate desequilíbrios do mundo e nos faz encontrar saúde dentro de nós”, diz Laura.

A Medicina Ayurvédica

A Ayurveda é uma técnica milenar, originada na Índia, que entende a natureza, o descanso e a alimentação como elementos fundamentais na manutenção da saúde. Para os especialistas, a doença é o desequilíbrio entre corpo e mente.

Os tratamentos costumam ser à base de óleos e ervas, e a alimentação é composta de legumes frescos, frutas, sementes e carnes magras.

Uma assinatura que vale muito

Contribua para mantermos um jornalismo profissional, combatendo às fake news e trazendo informações importantes para você formar a sua opinião. Somente com a sua ajuda poderemos continuar produzindo a maior e melhor cobertura sobre tudo o que acontece no nosso Rio de Janeiro.

Assine O Dia