Mandela segue internado em estado 'grave, mas estável'

O Nobel da Paz está em uma unidade de terapia intensiva, devido a infecção respiratória

Por juliana.stefanelli

Joanesburgo (África do Sul) - O ex-presidente da África do Sul e Prêmio Nobel da Paz, Nelson Mandela, de 94 anos, completa nesta terça-feira o quarto dia internado do Hospital Mediclinic Heart de Pretória, onde está internado numa unidade de terapia intensiva, devido a infeção respiratória. Mandela foi internado no sábado e a Presidência da República sul-africana informou então que o estado dele era "grave mas estável".

Mandela foi visitado no hospital pela ex-mulher Winnie Madikizela-Mandela e pela filha de ambos Zindzi. Por todo país, os sul-africanos fazem orações, mas já vivem um clima de crescente aceitação da ideia de que Mandela pode estar próximo da morte.

Nelson MandelaReprodução Internet

A atual mulher de Mandela, Graça Machel, está ao lado do ex-presidente desde que ele deu entrada no hospital. As autoridades têm divulgado pouca informação sobre o estado clínico do ex-presidente, mas o Nobel da Paz tem uma longa história de problemas pulmonares desde que foi diagnosticado com tuberculose em 1988.

A segurança em torno do Hospital Mediclinic Heart, em Pretória, foi reforçada pela polícia que fez um cordão de isolamento em torno da entrada e para inspecionar os veículos. Esta é a quarta hospitalização em sete meses do homem que é considerado o símbolo da paz e o pai da "Nação Arco-Íris".

Uma assinatura que vale muito

Contribua para mantermos um jornalismo profissional, combatendo às fake news e trazendo informações importantes para você formar a sua opinião. Somente com a sua ajuda poderemos continuar produzindo a maior e melhor cobertura sobre tudo o que acontece no nosso Rio de Janeiro.

Assine O Dia