Queda de helicóptero de resgate mata 20 pessoas na Índia

Aeronave ajudava região afetada pelas inundações

Por helio.almeida

Índia - A queda de um helicóptero que realizava trabalhos de resgate na região afetada pelas inundações no norte da Índia deixou pelo menos 20 mortos, informou nesta quarta-feira a agência local "Ians".

Em um primeiro momento, as Forças Aéreas Indianas (IAF) informaram que tinham morrido oito pessoas no acidente desta terça, mas o subdiretor da Autoridade Nacional de Manejo de Desastres (NDMA), M. Shashidhar Reddy, elevou o número de óbitos para 20.

Um membro da IAF disse à "Ians" que, quando os trabalhos de busca dos corpos do acidente foram suspensos, já tinham sido contabilizados 11 cadáveres. Os motivos concretos do acidente ainda não foram informados.

O aparelho, um Mi-17 de fabricação russa, caiu quando retornava da cidade de Kedarnath, o principal foco das inundações que causaram 882 mortes até o momento no estado indiano de Uttarakhand.

As autoridades indianas mobilizaram até agora 45 aeronaves militares para realizar os trabalhos de resgate na maior operação até o momento e que também inclui cerca de 10 mil tropas.

Por enquanto, 90 mil pessoas foram resgatadas, mas estima-se que 3.500 continuam presas e outras 2 mil permanecem desaparecidas.

As inundações são frequentes durante a temporada das monções na Índia, mas as chuvas deste ano no norte do país foram muito mais fortes e começaram antes do período habitual.

A Índia depende das precipitações das monções para sustentar seu setor agrícola, que emprega, direta ou indiretamente, dois terços dos trabalhadores indianos.

Uma assinatura que vale muito

Contribua para mantermos um jornalismo profissional, combatendo às fake news e trazendo informações importantes para você formar a sua opinião. Somente com a sua ajuda poderemos continuar produzindo a maior e melhor cobertura sobre tudo o que acontece no nosso Rio de Janeiro.

Assine O Dia