Brasil confirma ter recebido pedido de asilo político de ex-agente da CIA

Ex-funcionário acusa o governo dos EUA de pressionar países a impedir a concessão de visto

Por juliana.stefanelli

Brasília - O porta-voz do Ministério das Relações Exteriores, embaixador Tovar da Silva Nunes, confirmou nesta terça-feira que o governo brasileiro recebeu carta com pedido de asilo para o ex-agente norte-americano Edward Snowden, da Agência de Segurança Nacional (NSA) dos Estados Unidos. Tovar disse ainda que o governo brasileiro “não tenciona responder” à solicitação do norte-americano.

De acordo com o site WikiLeaks, Snowden pediu asilo político a 21 países – além do Brasil; à Rússia, Islândia, ao Equador, a Cuba, à Venezuela, Índia, China, Alemanha e a França. Algumas solicitações foram feitas em nome de Sarah Harrison, funcionária britânica do WikiLeaks, que acompanhou Snowden no dia 23 de junho na sua viagem de Hong Kong para Moscou.

Já uma parte dos pedidos foi feita em nome do próprio norte-americano, por exemplo, para a Áustria, a Bolívia, a Finlândia, a Itália, a Irlanda, os Países Baixos, a Nicarágua, a Noruega, a Polônia, a Espanha e a Suíça

Snowden, que é acusado pelos Estados Unidos de espionagem por divulgar que órgãos oficiais do governo norte-americano monitoravam caixas postais, na internet, e também chamadas telefônicas. Segundo o ex-agente, o monitoramento envolvia também pessoas fora dos Estados Unidos, inclusive na Europa. O ex-agente acusa o governo dos Estados Unidos de pressionar os líderes mundiais a impedir a concessão de visto para ele e, assim obter a extradição.

Uma assinatura que vale muito

Contribua para mantermos um jornalismo profissional, combatendo às fake news e trazendo informações importantes para você formar a sua opinião. Somente com a sua ajuda poderemos continuar produzindo a maior e melhor cobertura sobre tudo o que acontece no nosso Rio de Janeiro.

Assine O Dia