Por juliana.stefanelli
Embaixada atingida por granadasReuters

Trípole (Emirados Árabes) - O edifício da embaixada dos Emirados Árabes Unidos em Trípoli, a capital da Líbia, foi atingido por duas granadas nesta quinta-feira, um ataque que não registrou vítimas, informou uma fonte de segurança.

Segundo a fonte, um grupo de desconhecidos, que seguia a bordo de dois veículos, lançou os dois obuses com lança-granadas (RPG) e, posteriormente, passou a disparar com armas automáticas contra a missão diplomática e contra a residência de seu embaixador, que, por sua vez, não se encontrava no local.

No momento do ataque, tanto a residência como a embaixada estavam vazias, acrescentou a fonte. O ataque desta quinta-feira ocorre dois dias após outro similar contra o hotel Coríntia, situado no centro da cidade e no qual a legação canadense foi afetada.

Na quarta-feira, o ministro do Interior líbio, Mohammed al Sheikh, enviou uma mensagem de tranquilidade às empresas e embaixadas estrangeiras no país, insistindo que "a situação de segurança se encontra em uma constante evolução". Al Sheikh também declarou que o governo está concentrado na reestruturação de seu Ministério.

O primeiro-ministro, Ali Zidan, também indicou que o governo líbio está "tentando construir os aparatos de segurança com agilidade para desdobrá-los no menor tempo possível". Em entrevista coletiva, Zidán prometeu que nos próximos três meses o país deverá viver uma grande melhora em relação à segurança.

Você pode gostar