Homem que matou esposa e postou foto do cadáver no Facebook é detido

Marido assassinou vítima a tiros. Segundo imprensa local, casal matinha relação tensa

Por juliana.stefanelli

Miami (EUA) - Um homem de origem hispânica foi detido na Flórida (EUA) depois de matar a esposa a tiros, postar uma foto do corpo no Facebook confessando o crime e se entregar à polícia, informaram as autoridades nesta sexta-feira.

Derek Medina Vernon, de 31 anos, mora em Miami-Dade (Flórida) e foi detido "na noite de quinta-feira e enfrenta acusação de assassinato em primeiro grau", disse à Agência Efe um porta-voz da polícia local, que informou também que o caso continua sob investigação.

O crime aconteceu na quinta-feira, por volta das 11h30 locais, na residência do casal, e Medina, que não tem antecedentes criminais, supostamente escreveu no Facebook que havia matado a esposa, Jennifer C. Alfonso, de 26 anos, porque ela o agrediu e ele não estava disposto a "aguentar esse abuso". "Fiz o que fiz.

Homem se explicou aos policiais que perdeu a cabeça depois de uma briga do casalReprodução Internet

Espero que me compreendam", escreveu Medina em seu perfil do Facebook, segundo a imprensa local, mas a polícia não confirmou a informação. "Enfrento a prisão ou a pena de morte por matar minha esposa", teria escrito Medina na rede social, onde postou também uma foto do cadáver ensanguentado da mulher.

De acordo com a declaração da polícia, o homem se entregou voluntariamente às autoridades e confessou que tinha assassinado a esposa com vários tiros. Ao chegar ao local do crime, a polícia "encontrou o corpo da mulher no chão da cozinha, apresentando ferimentos de tiros" e a filha de Jennifer de um relacionamento anterior, ilesa, junto ao cadáver da mãe. Em entrevista à polícia, Derek explicou que havia discutido com sua mulher no quarto e pegou uma pistola no armário para ameaçar a vítima.

Jennifer disse então que o abandonaria e o marido a seguiu e brigou com ela na cozinha, momento em que, segundo o depoimento de Medina, ela o agrediu e o ameaçou com uma faca. Na briga, Medina tirou a faca da esposa e atirou várias vezes. Em seguida, trocou de roupa, deixou a residência e foi até a casa de familiares, onde confessou o crime e, posteriormente, se entregou à polícia.

Segundo a imprensa local, Medina e Jennifer casaram-se em 2010 e mantinham uma relação tensa, com frequentes brigas. Divorciaram-se em 2012, mas casaram-se novamente três meses depois.

Uma assinatura que vale muito

Contribua para mantermos um jornalismo profissional, combatendo às fake news e trazendo informações importantes para você formar a sua opinião. Somente com a sua ajuda poderemos continuar produzindo a maior e melhor cobertura sobre tudo o que acontece no nosso Rio de Janeiro.

Assine O Dia