Secretário-geral da ONU pede que direitos indígenas sejam respeitados

Dia dos Povos Indígenas é comemorado nesta sexta-feira. Ban Ki-moon pediu que cultura dos índios seja preservada

Por julia.amin

Nações Unidas - Nesta sexta-feira, Dia dos Povos Indígenas, o secretário-geral da ONU, Ban Ki-moon, pediu que o direito destas comunidades "a definir suas próprias prioridades" seja respeitado e pediu aos Estados que "preservem o vigor cultural" na busca "da inclusão social e do desenvolvimento sustentável".

Ban falou "da riqueza da diversidade" destes cinco mil grupos indígenas distribuídos em 90 países com 370 milhões de pessoas no mundo e lembrou "da importância de respeitar os tratados, acordos e outras regras celebradas entre os Estados, os cidadãos e os povos indígenas". "Estas regras pactuadas permitem compreender mais cabalmente suas opiniões e valores e são fundamentais para proteger e promover os direitos, estabelecer a visão política e os marcos necessários para que as diferentes culturas coexistam em harmonia", acrescentou.

Ban Ki-moon é o secretário-geral da ONUReprodução Internet


O secretário-geral das Nações Unidas também reconheceu a necessidade de "assegurar a participação dos povos indígenas, tanto de homens como mulheres, em todos os níveis da adoção de decisões", como peça fundamental para alcançar os Objetivos de Desenvolvimento do Milênio e a definição da agenda para o desenvolvimento após 2015.

"Os povos indígenas expressaram claramente que querem que o desenvolvimento leve em conta a cultura e a identidade, assim como o direito a definir suas próprias prioridades. Portanto, a agenda para o desenvolvimento após 2015 deve incorporar os direitos, as opiniões e as necessidades dos povos indígenas".

A realização da Conferência Mundial sobre os Povos Indígenas, em 2014, fez Ban pedir aos Estados-membros que "adotem medidas concretas para enfrentar os problemas que afligem os povos indígenas, especialmente a marginalização e a exclusão, respeitando todos os compromissos e analisando outras medidas para melhorar sua situação".Proponho trabalhar juntos para fortalecer os direitos dos povos indígenas e apoiar suas aspirações em um mundo que avalie a riqueza da diversidade humana e alimente o potencial que esta oferece", concluiu Ban.

Uma assinatura que vale muito

Contribua para mantermos um jornalismo profissional, combatendo às fake news e trazendo informações importantes para você formar a sua opinião. Somente com a sua ajuda poderemos continuar produzindo a maior e melhor cobertura sobre tudo o que acontece no nosso Rio de Janeiro.

Assine O Dia