Alunos transgêneros da Califórnia já podem escolher banheiro que vão usar

Válida do jardim da infância ao ensino médio, medida permite que estudante utilize o toalete do sexo com o qual se identifica

Por julia.amin

Califórnia (EUA)- O governador da Califórnia Jerry Brown acaba de assinar uma lei permitindo que estudantes transexuais escolham o banheiro ou vestiário que desejam usar nas escolas. A medida, válida para alunos do jardim de infância ao ensino médio, entrará em vigor em 1° de janeiro de 2014.

Com a decisão, uma aluna transexual que nasceu homem, por exemplo, mas que se identifica como mulher, poderá frequentar o banheiro feminino. A medida sancionada pelo governador Brown já está provocando polêmica nos Estados Unidos.

Os pais de Coy Mathis lutaram pelo direito da criança a usar o banheiro femininoReprodução Internet


A Califórnia é o primeiro estado norte-americano a levar em consideração a identidade de gênero dos alunos nas escolas publicas. Em Massachusetts e Connecticut existem leis que garantem proteção aos transgêneros, mas nada especifico como a lei californiana. Em junho deste ano, o estado do Colorado reconheceu o direito do estudante transexual Coy Mathis, de apenas seis anos, a utilizar o banheiro feminino. Coy se sente e se veste como uma menina.

O autor da lei, o democrata Tom Ammiano entende que a convivência com os transexuais vai diminuir o preconceito. “Os alunos transexuais vão deixar outras crianças desconfortáveis? Talvez. Não quero minimizar a questão, mas novas experiências são sempre desconfortáveis. E isso não pode ser uma desculpa para o preconceito”, concluiu o Ammiano.

Uma assinatura que vale muito

Contribua para mantermos um jornalismo profissional, combatendo às fake news e trazendo informações importantes para você formar a sua opinião. Somente com a sua ajuda poderemos continuar produzindo a maior e melhor cobertura sobre tudo o que acontece no nosso Rio de Janeiro.

Assine O Dia