McDonald's deixa de servir produtos da Heinz após 40 anos

Decisão ocorreu após mudança na direção da empresa de condimentos. Novo diretor desempenhou mesmo cargo no Burger King

Por julia.amin

Nova York (EUA) - A rede americana de restaurantes McDonald's deixará de servir ketchup e outros produtos da Heinz após quatro décadas de relação entre ambas as companhias. Decisão foi motivada por mudanças na direção da empresa especializada na produção de condimentos.

O anúncio do McDonald's de sexta-feira passou quase despercebido e quase não teve incidência nesta segunda-feira nas projeções dos investidores em Wall Street, já que a rede alimentícia era cotada em alta, apesar do notável esforço que será mudar de fornecedor de molhos de muitos em seus mais de 34 mil restaurantes em todo mundo. A decisão da primeira cadeia de fast-food do planeta ocorre depois que a Heinz nomeou como executivo-chefe o brasileiro Bernardo Hees, que antes tinha desempenhado o mesmo cargo durante três anos no Burger King, o grande rival do McDonald's em nível tanto americano como internacional.

"Como resultado das recentes mudanças na direção da Heinz, decidimos empreender uma transição para outros produtores", indicou o McDonald's em comunicado, no qual assegurou ter comunicado a decisão à Heinz para "trabalhar juntos a fim de garantir uma transição fluente e ordenada". Em abril, a Heinz anunciou a nomeação de Hees como executivo-chefe para completar a compra da companhia por parte de um consórcio formado pelos fundos de investimento Berkshire Hathaway, presidido pelo multimilionário Warren Buffet, e o brasileiro 3G Capital, que por sua controle o Burger King.

Apesar de McDonald's e Heinz serem companhias americanas, o movimento da rede de fast-food terá maior repercussão no resto do mundo do que no país americano, onde a Heinz só fornecia molhos aos restaurantes das áreas de Pittsburgh (Pensilvânia) e Mineápolis (Minnesota).

Uma assinatura que vale muito

Contribua para mantermos um jornalismo profissional, combatendo às fake news e trazendo informações importantes para você formar a sua opinião. Somente com a sua ajuda poderemos continuar produzindo a maior e melhor cobertura sobre tudo o que acontece no nosso Rio de Janeiro.

Assine O Dia