Tempestade no Reino Unido deixa dois mortos e um desaparecido

Temporal considerado um dos piores dos últimos anos e que afeta Inglaterra e Gales, teve rajadas de vento de 160 km/h e deixou 220 mil casas sem energia

Por clarissa.sardenberg

Inglaterra - A derrubada de árvores provocada pelas fortes chuvas e ventos que castigam o Reino Unido mataram duas pessoas no país nesta segunda-feira, enquanto os serviços de resgate buscam desde ontem um adolescente de 14 anos que desapareceu no mar.

Um homem morreu quando uma árvore caiu sobre seu carro em Watford, a 34 quilômetros ao noroeste de Londres, informou o serviço britânico de ambulâncias. Além disso, uma jovem de 17 anos morreu nesta madrugada enquanto dormia quando uma árvore caiu sobre sua casa, em Hever, no condado de Kent (Sudeste de Londres).

Além disso, os serviços de resgate seguem buscando hoje o adolescente que desapareceu na tarde de ontem em uma praia em Newhaven (Sudeste da Inglaterra) "arrastado pela corrente", confirmou a polícia do condado de Sussex.

Menino pula árvore derrubada por tempestade em Londres, nesta segunda-feiraReuters

O temporal, considerado um dos piores dos últimos anos e que afeta Inglaterra e Gales, teve rajadas de vento de 160 km/h, quando a tempestade atingiu seu pico, e fez com que 220 mil casas ficassem sem energia. 

Voos e viagens de trens são cancelados

Cerca de 130 voos foram cancelados no aeroporto londrino de Heathrow, assim como vários serviços de trem, devido ao forte temporal de chuva e vento que castiga nesta segunda-feira Inglaterra e País de Gales.

Em todo o território foram emitidos cerca de 146 alertas por inundações e a grande maioria dos serviços de transporte alterou seu horário, ao mesmo tempo em que se adverte aos motoristas de extremar a precaução.

Em geral, espera-se que os aeroportos e o serviço de trem entre França e Reino Unido pelo canal da Mancha Eurostar retomem seu serviço com regularidade na metade da manhã, quando se espera que a tempestade tenha diminuído.

Uma assinatura que vale muito

Contribua para mantermos um jornalismo profissional, combatendo às fake news e trazendo informações importantes para você formar a sua opinião. Somente com a sua ajuda poderemos continuar produzindo a maior e melhor cobertura sobre tudo o que acontece no nosso Rio de Janeiro.

Assine O Dia