Homem se passa por policial para pedir desconto em rosquinhas e acaba preso

Americano queria comprar rosquinhas com 'desconto policial'. Ele apresentou na loja um distintivo falso e um revólver

Por helio.almeida

Homem ia a mesma loja e sempre pedi para comprar as rosquinhas com “desconto policial”Divulgação

Estados Unidos - Charles Barry, de 48 anos, só queria “descontos especiais” ao comprar rosquinhas, mas acabou preso no condado de Pasco, na Flórida (EUA), após se passar por um policial para conseguir a redução no valor da guloseima, de acordo com o site “The Smoking Gun”.

Barry foi a uma unidade da rede “Dunkin’ Donuts”, mostrou um distintivo falso e um revólver no coldre, e pediu para comprar rosquinhas com “desconto policial”.

Uma das funcionárias disse ao americano que ele não teria direito a um preço diferenciado. O homem teria ficado irritado, e ameaçado a colaboradora. “Sou um policial de 1,85 m e 145 kg”, disse Charles.

Charles acabou preso por policiais de verdade. “Fiz algo estúpido. Mostrei um distintivo para conseguir desconto na comida”, lamentou o americano em seguida.

Uma assinatura que vale muito

Contribua para mantermos um jornalismo profissional, combatendo às fake news e trazendo informações importantes para você formar a sua opinião. Somente com a sua ajuda poderemos continuar produzindo a maior e melhor cobertura sobre tudo o que acontece no nosso Rio de Janeiro.

Assine O Dia