Por julia.amin

Argentina - Não foi só no Brasil que Justin Bieber causou polêmica. O cantor foi processado na Argentina por 'varrer' do palco uma bandeira do país dada por um fã. Em uma cidade no norte do país, a prefeitura chegou a suspender a divulgação de músicas do canadense na rádio municipal.

No último dia 9, Justin Biber usou o tripé do microfone para tirar do palco a bandeira na Argentina. Os fãs ficaram revoltados com a atitude. O cantor chegou a se retratar pelo twitter, mas não foi o suficiente.

"Soube o que estão falando sobre mim na Argentina e estou chocado. Eu amo a Argentina e tive um dos melhores shows da minha turnê lá", escreveu. Ele ainda disse que em todos os shows retira objetos do palco para as pessoas não se machucarem. "Eu nunca faria qualquer coisa para desrespeitar a Argentina, o povo da Argentina ou os fãs. Estou muito triste com quem viu minhas ações de forma errada. Eu espero que possam me perdoar por esse erro", completou.

Durante show%2C Justin Bieber joga bandeira da Argentina para fora do palcoReprodução Internet

Insatisfeito com a atitude do canadense, um advogado argentino denunciou o cantor à Justiça por ultraje à bandeira do país, delito contemplado no Código Penal. Se condenado, ele pode cumprir pena de um a quatro anos de prisão.

Na cidade de Capayán, no norte do país, a prefeitura suspendeu a divulgação de músicas de Bieber na rádio municipal. O prefeito, Alfredo Hoffmann, explicitou "repúdio ao artista" em um comunicado oficial emitido pela prefeitura.

Confusão no Brasil

No Brasil, o cantor foi autuado por pichar um muro em São Conrado, no Rio. A Assessoria da Polícia Civil disse que o caso será encaminhado para o Juizado Especial Criminal por ser um crime de menor relevância.

No Rio, Bieber também foi visto entrando em uma casa de baixo meretrício. Além disso, ele teve um vídeos sobre suas intimidades divulgado.

Você pode gostar