Por bferreira

Rio - Após a divulgação de balanço da Secretaria Estadual de Saúde indicando que há áreas de 11 cidades com alto índice de infestação pelo mosquito da dengue, o Sindicato dos Médicos do Rio alertou ontem que a população precisa proteger o organismo contra a doença. E isto deve ser feito com a ingestão de alimentos com potássio, além de água.

“Ao contrário do que informam as autoridades, consumir altas doses de água isoladamente não ajuda em nada se o paciente não tiver níveis adequados de potássio no sangue”, afirma Ênio Bulhões, diretor sindical. Segundo ele, o mineral é importante para conter vômitos e diarreias, evitando a desidratação e auxiliando o organismo a fabricar anticorpos. “Uma banana por dia é uma alternativa barata e capaz de salvar pessoas dos efeitos mais graves da dengue. As campanhas deveriam ser mais focadas nisso”, diz.

Em nota, a Secretaria Municipal de Saúde informou que “os agentes orientam moradores sobre a importância da hidratação com dicas de prevenção à doença, mutirões e ações educativas todo o ano.” O órgão reiterou, ainda, que a melhor forma de combate ao vetor continua sendo a eliminação dos seus criadouros nas casas.

A Secretaria Estadual esclarece que não há nenhum bairro do estado com surto, e que a transmissão da dengue é baixa de outubro a dezembro.

Você pode gostar