Bob Dylan é acusado de racismo por comunidade croata na França

Cantor fez declaração polêmica em que relacionava croatas aos nazistas

Por clarissa.sardenberg

França - O cantor Bob Dylan foi acusado de racismo por uma organização da comunidade croata na França. Ele foi processado com uma ação dos Representantes do Conselho dos Croatas devido a uma declaração dada em uma entrevista concedida em 2012. Segundo o jornal The Guardian, o astro teria estabelecido uma relação entre croatas e nazistas.

Segundo o secretário-geral da associação, Vlatko Maric, o pedido do Conselho foi aceito por uma corte parisiense que pediu a Dylan que compareça a uma audiência para um pedido de desculpas.

Na época, o cantor disse em entrevista à revista Rolling Stone que "Negros sabem que alguns brancos não queriam abrir mão da escravidão [...]. Se você tem sangue de mestre de escravos ou da Klu Klux Klan, os negros conseguem sentir. Isso permanece até hoje. Assim como os judeus podem sentir o sangue nazista e os sérvios podem sentir o sangue croata."

Dylan teve suas músicas retiradas de diversas rádios croatas após declaração polêmica.

Cantor teve suas músicas retiradas de diversas rádios croatas após declaração polêmicaReprodução Internet


Uma assinatura que vale muito

Contribua para mantermos um jornalismo profissional, combatendo às fake news e trazendo informações importantes para você formar a sua opinião. Somente com a sua ajuda poderemos continuar produzindo a maior e melhor cobertura sobre tudo o que acontece no nosso Rio de Janeiro.

Assine O Dia