Combates no Iêmen deixam 6 terroristas da Al Qaeda e 3 soldados mortos

Combates começaram após membros do grupo terrorista atacarem posto militar na província de Hadramut

Por clarissa.sardenberg

Iêmen - Pelo menos seis supostos terroristas da Al Qaeda e três soldados iemenitas morreram nesta segunda-feira em um combate pelo controle de um posto militar na província de Hadramut, no sudeste do Iêmen, informou o Ministério da Defesa.

Os combates começaram após membros da Al Qaeda atacarem a instalação, segundo comunicado do ministério. Segundo o governo, o exército conseguiu impedir a ação terrorista.

O posto militar atacado está situado no acesso da cidade de Saiyun, a segunda mais importante de Hadramut.

Esta província, ao lado das vizinhas Shebua, Abyan e Marib, são os principais redutos da rede terrorista no Iêmen. A Al Quaeda intensificou suas operações no país nos últimos três anos aproveitando a instabilidade local.

Em outubro, combatentes da Al Qaeda tomaram o controle durante alguns dias de uma base militar em Al Mukala, capital de Hadramut. O posto foi recuperado posteriormente pelo exército.

Segundo o grupo terrorista, na base havia uma sala de operações conjunta das forças iemenitas e americanas, que colaboram na luta contra Al Qaeda com aviões não tripulados.

As forças de segurança são o alvo principal da Al Qaeda na Península Arábica, que tem sua base no Iêmen e inclui combatentes sauditas e iemenitas.

Uma assinatura que vale muito

Contribua para mantermos um jornalismo profissional, combatendo às fake news e trazendo informações importantes para você formar a sua opinião. Somente com a sua ajuda poderemos continuar produzindo a maior e melhor cobertura sobre tudo o que acontece no nosso Rio de Janeiro.

Assine O Dia