Por nara.boechat

São Paulo - A presidenta Dilma Rousseff lamentou nesta quinta-feira a morte do ex-presidente sul-africano Nelson Mandela, a quem chamou de "personalidade maior do Século 20". Mandela morreu em sua casa em Johanesburgo, aos 95 anos, por conta de uma infecção pulmonar. 

>> GALERIA DE FOTOS: Nelson Mandela, herói da liberdade

Em 2010%2C na copa do mundo sediada na África do Sul%2C sua última aparição em públicoReprodução Internet

"Personalidade maior do século 20, Mandela conduziu com paixão e inteligência um dos mais importantes processos de emancipação do ser humano da história contemporânea - o fim do apartheid na África do Sul", disse Dilma em nota.

"O governo e o povo brasileiros se inclinam diante da memória de Nelson Mandela e transmitem a seus familiares, ao presidente (sul-africano Jacob) Zuma e aos sul-africanos nosso sentimento de profundo pesar", acrescentou.

Prêmio Nobel da Paz Mandela e ícone da luta contra o regime de segregação racial conhecido como apartheid, Mandela foi o primeiro presidente negro da África do Sul.

"O exemplo deste grande líder guiará todos aqueles que lutam pela justiça social e pela paz no mundo", concluiu Dilma em nota.

Você pode gostar