Mais Lidas

Papa Francisco estampa capa de revista gay

Papa, que fez aniversário ontem, foi eleito ‘personalidade do ano’ por publicação norte-americana

Por bferreira

Itália - Cada vez mais ‘pop’, o Papa Francisco foi parar na capa de uma revista gay norte-americana. A ‘The Advocate’ escolheu o argentino como sua ‘personalidade do ano’, a exemplo do que a sisuda ‘Time’, dedicada a assuntos econômicos, já fizera na semana passada. A publicação, de conteúdo pró-direitos dos homossexuais, chegou às bancas dos EUA ontem, dia em que Francisco completou 77 anos de idade. O aniversário, aliás, foi comemorado bem ao estilo de Francisco: ele recebeu quatro moradores de rua para um café da manhã no Vaticano.

A capa da ‘The Advocate’ traz uma foto de Francisco, com uma frase retirada de entrevista dada em julho: “Se uma pessoa é gay e procura Deus e tem boa vontade, quem sou eu para julgar?” A revista registrou que a organização gay católica ‘Equally Blessed’ (‘Igualmente Abençoados’) considera as palavras como as “mais encorajadoras que um pontífice já disse sobre gays e lésbicas”.

Papa Francisco comemora seus 77 anos ao lado de moradores de rua de bairro próximo ao VaticanoEfe

A publicação informou ainda ter homenageado Francisco justamente porque, apesar de ele se posicionar contra o casamento gay, sua postura indica “uma profunda mudança na retórica em relação a seus predecessores”. Ainda segundo a ‘The Advocate’, “ninguém deve subestimar a capacidade de qualquer papa de convencer corações e mentes na abertura para pessoas LGBT (lésbicas, gays, bissexuais e transexuais)”. A motivação da ‘Time’ para conceder o mesmo prêmio a Francisco foi o fato de ele ter “mudado a mensagem da Igreja Católica”, em prol do perdão em vez da condenação.

Na manhã de ontem, um dos quatro convidados do Papa para celebrar seu aniversário levou até um cachorro ao café da manhã, realizado na sala de refeições da hospedagem do Vaticano, onde Francisco mora. Antes, o grupo, que vive nas ruas de um bairro vizinho à Santa Sé, assistiu a missa celebrada pelo Pontífice. Francisco também convidou funcionários da hospedagem para se juntar a ele em uma “atmosfera familiar” durante a homilia. “Que o Senhor escreva a nossa história”, afirmou, para em seguida se dirigir a um por um.

Hoje o Papa recebe presente especial: delegação do San Lorenzo, time de futebol argentino para o qual torce, desembarca em Roma para lhe fazer visita e dar réplica de um troféu que conquistou.

Raridades disponíveis na internet

O Vaticano disponibilizou ontem textos religiosos raros na internet. Manuscritos milenares foram digitalizados através de projeto em parceria com a biblioteca de Bodleiana, da Universidade de Oxford, que também abriu seus arquivos.

A iniciativa custou 2 milhões de euros (R$ 7,5 milhões) e deve durar mais três anos para ser concluída. A expectativa é que, ao todo, 1,5 milhão de textos sejam disponibilizados, incluindo a Bíblia de Gutember, de 1455, manuscritos de Homero, Platão e Sófocles, além de xilogravuras coloridas a mão.

De acordo com o monsenhor Cesare Pasini, prefeito da Biblioteca do Vaticano, o objetivo é dar acesso de maneira mais abrangente ao material, que está sendo digitalizado em alta resolução desde o ano passado. A técnica permite a aproximação virtual em grande escala para a leitura e pesquisa do arquivo.

Fundada em 1451 pelo Papa Nicolau V, a biblioteca do Vaticano abriga mais de 180 mil manuscritos e mais de 1,6 milhão de livros.

Uma assinatura que vale muito

Contribua para mantermos um jornalismo profissional, combatendo às fake news e trazendo informações importantes para você formar a sua opinião. Somente com a sua ajuda poderemos continuar produzindo a maior e melhor cobertura sobre tudo o que acontece no nosso Rio de Janeiro.

Assine O Dia