Por julia.sorella

Toronto - O Canadá solicitou às autoridades russas que garantam que seus "cidadãos" e os visitantes estrangeiros não sejam descriminados por sua orientação sexual durante a realização dos Jogos Olímpicos de Inverno, em Sochi.

O ministro das Relações Exteriores do Canadá, John Baird, realizou o pedido através de uma carta enviada a seu colega russo, Serguei Lavrov, e que a Agência Efe obteve nesta segunda-feira. "O Canadá segue preocupado pela legislação aprovada em junho de 2013 que proíbe a 'propaganda de relações sexuais não tradicionais entre menores'", disse Baird em sua carta.

"O Comitê Olímpico Internacional e o Comitê Olímpico Canadense receberam garantias do Governo de que esta lei não afetará aqueles que participarem dos Jogos de Sochi (...) Pedimos à Federação Russa que estenda a todos seus cidadãos, assim como aos visitantes estrangeiros, a total proteção dos direitos humanos, incluindo que não haja ameaça de violência, assédio ou discriminação sobre a base da orientação sexual", disse Baird.

A carta do ministro das Relações Exteriores canadense também sugere que Ottawa prevê problemas durante os Jogos Olímpicos de Inverno que serão realizados em fevereiro. Baird incluiu no pedido a Lavrov o estabelecimento de "um ponto de contato apropriado com o Governo russo para assuntos consulares durante (os jogos de) Sochi" e mostrou confiança em que a Rússia "permitirá acesso rápido e regular a qualquer cidadão canadense".

Você pode gostar