Mais Lidas

Escovas de dente devem ter proteção

Cerdas acumulam micro-organismos provenientes do vaso sanitário

Por tamyres.matos

Rio - Fundamental para garantir a saúde bucal, a escova de dentes pode representar também fonte de doenças que vão de gengivite a diarreia. Deixar a escova exposta na pia do banheiro ou em ambientes úmidos expõe o objeto às bactérias nocivas ao organismo. Algumas delas podem ser, inclusive, provenientes do vaso sanitário que fica no mesmo ambiente.

Especialistas recomendam o uso de protetores das cerdas ou guardá-las fora do banheiro. É importante ainda tampar o recipiente do vaso na hora de dar descarga, já que os micro-organismos lançados no ar podem ficar acumulados na escova. Ambientes abafados e úmidos contribuem para a proliferação de bactérias.

Os micro-organismos conseguem alcançar a corrente sanguínea pela boca. Periondontite, candidíase, gengivites, cáries e até diarreia estão no rol de doenças provocadas pela escova de dente. “É importante eliminar o excesso de água após o uso, mas nunca utilizando toalhas. O recomendado é borrifar um antisséptico nas cerdas”, explica o cirurgião dentista Marcelo Pimenta.

Uma assinatura que vale muito

Contribua para mantermos um jornalismo profissional, combatendo às fake news e trazendo informações importantes para você formar a sua opinião. Somente com a sua ajuda poderemos continuar produzindo a maior e melhor cobertura sobre tudo o que acontece no nosso Rio de Janeiro.

Assine O Dia