Por fernanda.magalhaes
Publicado 03/02/2014 21:37 | Atualizado 03/02/2014 21:38

Estados Unidos - Os tempos dourados de Barack e Michelle Obama como o primeiro casal querido dos Estados Unidos pode estar passando por um período de turbulência.

Segundo relatos de fontes à mídia de língua inglesa, a dupla vive um momento ruim do relacionamento e, nas versões mais pessimistas, poderia mesmo vir a encarar um divórcio uma vez findo o segundo mandato do presidente democrata.

Segundo o Daily Mail, que se baseia no tabloide americano National Enquirer, a Casa Branca nega os rumores de atrito, mas os boatos sobre o fim do casamento que já dura 21 anos seriam uma das questões que mais ocupam os debates das mesas de fofoca de Washington e que se refletiriam em uma clara "frieza" observada das recentes fotografias entre ambos.

Foto do casal no twitter do presidente postada no dia do aniversário da mulher onde desejou Feliz Aniversário. Tudo bem?Reprodução Twitter

O National Enquirer foi responsável por revelar escândalos pessoais de políticos americanos, como os casos entre o ex-presidente Bill Clinton e a estagiária Monica Lewinski, e do ex-pré-candidato democrata à Presidência John Edwards, que admitiu uma relação extraconjugal após ter criticado Clinton.

Os rumores mais fortes, que perambulam entre "acusações de infidelidade" e "conflitos de ciúmes", teriam tido como estopim o famigerado selfie de Obama com seus colegas David Cameron (Reino Unido) e Helle Thorning-Schmidt (Dinamarca) durante a cerimônia de adeus a Nelson Mandela, na África do Sul.

A fotografia, que captou uma expressão séria de Michelle, alimentou os conspiracionistas, de modo que agora as fontes da mídia américa falam que Obama já estaria dormindo em um quarto separado e esperando o final do seu segundo mandato - obtido após vitória nas urnas em 2012 - para proceder com o divórcio; a teoria é que Obama então retornaria para o Havaí, enquanto Michelle ficaria em Washington com as duas filhas do casal.


Você pode gostar