Por fernanda.magalhaes

Líbano - Um homem-bomba se explodiu nesta segunda-feira em um micro-ônibus num subúrbio de Beirute, capital do Líbano, num momento em que o país continua a lidar com as consequências da guerra civil na vizinha Síria.

Pelo menos duas pessoas ficaram feridas na explosão, o motorista e uma mulher, mas somente o homem-bomba morreu, disse o ministro da Saúde. Uma fonte do setor de segurança tinha dito anteriormente que uma outra pessoa havia morrido.

Imagens da TV libanesa mostraram o chassis destruído de um veículo sem capô. Havia fumaça no ar e destroços pela rua. Partes de corpos, incluindo uma cabeça, estavam na rua.

"Havia vidro por toda a parte. Nós vimos a cabeça, e as pernas foram parar perto do posto", disse um homem que trabalha num posto de combustível perto do local da explosão.

O atentado foi desfechado em uma van que levava passageiros de Choueifat, um distrito ao sul de Beirute, para uma área suburbana onde o movimento político e guerrilheiro muçulmano xiita Hezbollah tem forte presença.

O Hezbollah enviou combatentes para lutar ao lado das forças do presidente da Síria, Bashar al-Assad, membro da seita alauíta, uma ramificação do xiismo, contra os rebeldes sírios, que provêm da vertente sunita, majoritária no país.


Você pode gostar