Por fernanda.magalhaes
Publicado 03/02/2014 17:27 | Atualizado 03/02/2014 17:30

Estados Unidos - O ator Philip Seymour Hoffman, que morreu neste domingo aparentemente vítima de uma overdose, acrescentou seu nome à extensa lista de estrelas do cinema americano mortas por abusar das drogas.

Philip Seymour Hoffman com o Oscar pelo trabalho no filme 'Capote'%2C em 2006Reuters

Hoffman, de 46 anos, foi encontrado sem vida no banheiro de seu apartamento de Manhattan, com uma seringa no braço e restos de heroína, segundo disse fontes da Polícia a vários meios de imprensa locais.

O ganhador de um Oscar como protagonista de "Capote" se soma assim a outros atores famosos de Hollywood cujas vidas terminaram em circunstâncias parecidas.

Talvez o nome mais conhecido associado a uma morte por abuso de entorpecentes é o da atriz Marilyn Monroe, morta por uma overdose de barbitúricos em Los Angeles em 1962.

Pouco depois, em 1966, o mundo do cinema perdeu a outra de suas grandes estrelas, com a morte de Montgomery Clift por um ataque do coração provocado pelo uso excessiva de álcool e narcóticos.

A mesma sorte teve Judy Garland, que foi achada morta no lavabo de sua casa após ingerir uma grande quantidade de soníferos em 1969.

Já nos anos 80, John Belushi, ator e cantor componente do duo "The Blues Brothers", morreu em 1982 de uma overdose de heroína e cocaína.

Em 1993, o ator River Phoenix morreu pelo uso de várias substâncias entorpecentes com toda uma carreira pela frente.

Outro jovem, Heath Ledger, que interpretou entre outros o personagem do Coringa em "Batman - O Cavaleiro das Trevas", faleceu por uma dose mortal de remédios em 2008.

Muito mais recentemente, há apenas alguns meses, o protagonista da série "Glee" Cory Monteith foi achado morto no quarto de um hotel de Vancouver (Canadá) por uma intoxicação por mistura de drogas, que incluía heroína e álcool.


Você pode gostar