Promotoria acusa falsos taxistas do estupro de 23 mulheres na Bélgica

Autoridades que averiguam os casos acham que há outras vítimas que ainda não denunciaram os fatos

Por tamara.coimbra

Bélgica - Vários homems que se passaram por taxistas estupraram pelo menos 23 mulheres desde 2011 no isolado parque de Bois de la Cambre, informou nesta segunda-feira a promotoria de Bruxelas. Os autores, possivelmente entre três e quatro homens, estão sendo procurados pela polícia, explicou a Promotoria de Bruxelas, depois que o jornal local "Dernière Heur" revelou as denúncias.

Na sexta-feira passada, um suspeito foi detido e levado perante o juiz de instrução, mas não foi enviado para prisão, de acordo com a emissora "RTL", que assegura que, desde 2011, existem 23 casos em mãos das autoridades policiais de diferentes zonas de Bruxelas nos quais estariam supostamente envolvidos falsos taxistas. As vítimas são mulheres que, após passar uma noite de festa no centro de Bruxelas, voltavam para suas casas.

Os suspeitos se passaram por taxistas e as levaram ao Bois de la Cambre ou seus arredores, onde abusaram delas no carro. Segundo as denúncias, na maioria dos casos os falsos taxistas levaram as vítimas para suas casas após o ato.

Os autores não teriam vínculos entre eles e as autoridades que averiguam os casos acham que há outras vítimas que ainda não denunciaram os fatos.

Uma assinatura que vale muito

Contribua para mantermos um jornalismo profissional, combatendo às fake news e trazendo informações importantes para você formar a sua opinião. Somente com a sua ajuda poderemos continuar produzindo a maior e melhor cobertura sobre tudo o que acontece no nosso Rio de Janeiro.

Assine O Dia