Por karilayn.areias

São Paulo - A polícia australiana fechou na quarta-feira uma grande operação para pôr fim a uma rede de tráfico de drogas que usava estudantes brasileiros para transportar cocaína para a Austrália pelos aeroportos de Sydney e Brisbane em voos em direção a Gold Coast, em Queesland.

Desde o lançamento da operação policial, em novembro de 2012, foram realizadas 23 prisões, incluindo a de 16 estudantes brasileiros, e apreendidos mais de 14 quilos de cocaína no valor estimado de US$ 5 milhões.

De acordo com autoridades citadas por jornais australianos, os estudantes brasileiros foram recrutados para contrabandear a cocaína para a Austrália usando maletas especiais com a drogas escondidas no forro. Segundo as autoridades, toda a cocaína se destinava para o lucrativo mercado de drogas de Gold Coast, em Queesland.

A rede sofisticada de tráfico foi desmantelada depois de uma investigação de 15 meses realizada pelos detetives de Queensland, pela alfândega, pela polícia federal e pela Comissão de Crimes da Austrália. A polícia espera engajar instituições de ensino que são cientes do problema a impedir que estudantes brasileiros sejam recrutados para ser mulas do tráfico.


Você pode gostar