Por clarissa.sardenberg
Publicado 13/03/2014 11:51 | Atualizado 13/03/2014 12:07

Malásia - O ministro do Transporte da Malásia, Hishamuddin Hussein, disse nesta quinta-feira que os relatos de que o avião desaparecido da Malaysia Airlines pode ter voado por várias horas após ter sumido das telas de radares não são verdadeiros.

O ministro afirmou ainda que imagens de satélite da China com possíveis destroços do avião foram erradamente divulgadas.

Segundo o Wall Street Journal, investigadores norte-americanos e autoridades de segurança interna dos Estados Unidos acreditam que o avião voou no total por cinco horas, com base em dados baixados automaticamente e enviados ao solo pelo Boeing 777 como parte de seu programa padrão de monitoramento.

O voo 370 da Malaysia Airlines desapareceu depois de alcançar a altitude de cruzeiro de 35 mil pés, entre Kuala Lumpur e Pequim, na madrugada do último sábado. Haviam 239 pessoas a bordo da aeronave. O chefe da aviação civil do país declarou nesta segunda-feira que o caso é um "mistério sem precedentes". Operações de busca no mar e por satélte são feitas, mas ainda sem resultados.

Familiares dos passageiros do avião da Malaysia Airlines, vindos de Pequim, na China EFE


Você pode gostar