Por julia.sorella

Buenos Aires - Um empresário brasileiro morreu afogado no litoral argentino após desaparecer do cruzeiro no qual viajava junto com sua mulher no último dia 11 de março, confirmaram nesta quarta-feira fontes judiciais. A autópsia realizada no corpo de Odair Marcos Faria, que foi encontrado morto no dia 13 de março em águas do Rio da Prata, no litoral da cidade de Ensenada (48 quilômetros ao sul de Buenos Aires), revelou que o cidadão brasileiro morreu afogado.

Maria Cristina Florio Bonafin, esposa de Faria, havia denunciado no último dia 11 no porto de Buenos Aires que seu marido tinha desaparecido do cruzeiro "Costa Fascinosa", de bandeira italiana. A mulher explicou que seu marido, de 61 anos, sumiu de repente da embarcação enquanto esta estava atracada no porto da capital argentina.

No dia 13 deste mês, uma equipe da guarda-costeira municipal encontrou o cadáver de um homem a cerca de 50 metros do litoral da cidade de Ensenada. Depois que a esposa reconheceu o corpo do empresário, foi realizada uma autópsia que determinou que Faria morreu afogado e que não apresentava lesões de armas nem golpes.

Você pode gostar