Bebê acusado de assassinato vai a audiência no Paquistão

Caso gerou debate sobre o funcionamento do sistema judiciário no país, onde rodou a imagem da criança chorando na primeira audiência que teve que comparecer

Por tamara.coimbra

Paquistão - Um bebê de nove meses é acusado de assassinato, em um julgamento que começou neste sábado em Lahore, no nordeste do Paquistão, e ainda neste sábado em audiência notificou a sua família que a acusação contra a criança tinha sido retirada.

Uma dúzia de membros da família de Mohammed Moussa Khan, entre eles a criança, foram acusados da tentativa de homicídio de um dos policiais que tentaram acabar com o confronto entre um grupo de moradores com funcionários de uma companhia de gás, segundo o jornal "Dawn".

O bebê de nove meses de idade%2C Musa Khan senta no colo de seu avô antes de aparecer ao tribunalReuters

A criança foi para a audiência nos braços de seu avô. A acusação contra ele foi retirada, mas mantida contra a família, acusada de participar do confronto, que aconteceu quando os funcionários da companhia tentavam cobrar faturas não pagas ou evitar o roubo de gás.

O caso gerou um debate sobre o funcionamento do sistema judiciário no país, onde rodou a imagem da criança chorando enquanto tinha as impressões digitais tiradas quanto teve que comparecer à audiência pela primeira vez.

A polícia abriu uma investigação interna para determinar por que o menor foi acusado junto com o resto de seus familiares.

Uma assinatura que vale muito

Contribua para mantermos um jornalismo profissional, combatendo às fake news e trazendo informações importantes para você formar a sua opinião. Somente com a sua ajuda poderemos continuar produzindo a maior e melhor cobertura sobre tudo o que acontece no nosso Rio de Janeiro.

Assine O Dia