Por julia.sorella

EUA - Bryan Singer, diretor, produtor e roteirista de vários filmes incluindo a franquia "X-Men" foi acusado na quarta-feira de ter abusado sexualmente de um jovem de 17 anos em 1999, em Los Angeles (EUA), de acordo com o site "The Hollywood Reporter".

O episódio incluiu estupro e outras formas de abuso físico, intoxicação forçada de cocaína, e "festas sórdidas", de acordo com o processo.

Bryan SingerDivulgação

"As acusações feitas contra Bryan Singer são completamente falsas", disse o advogado do diretor. "Nós estamos confiantes de que Bryan vai ser absolvido desse processo absurdo e difamatório". "É óbvio que este caso foi criado para conseguir publicidade, justamente na época de lançamento do novo filme de Bryan", ele disse.

A suposta vítima é Michael F. Egan III, que morava em Nevada (EUA) e se mudou para Los Angeles ainda adolescente para seguir carreira artística. Egan, que hoje tem 31 anos, afirmou que Singer e outros ofereceram-no uma oportunidade em Hollywood contanto que o adolescente fizesse o que mandassem.

Você pode gostar