Turquia decreta luto nacional após explosão com mais de 200 mortos

Centenas de operários ainda estão presos na mina de carvão

Por clarissa.sardenberg

Turquia - O governo turco declarou três dias de luto nacional nesta quarta-feira após a explosão em uma mina de carvão no oeste do país nesta terça que deixou ao menos 232 mortos, segundo o o primeiro-ministro do país, Recep Tayyp Erdogan. Centenas de operários ainda estão presos na mina de carvão e sindicalistas disseram que a probabilidade de se encontrar sobreviventes é quase nula.

Explosão em mina de carvão na Turquia deixou mais de 200 mortosReuters

Ao que tudo indica, o acidente teria sido provocado por uma falha elétrica em um transformador.

Ozgur Ozel, um deputado local do partido opositor CHP, afirmou que já havia 350 mortos, o que pode se tornar o maior acidente da história da mineração na Turquia e um dos dez maiores do mundo.

Protestos

O luto e a tristeza se misturam com a raiva pela crônica falta de segurança no setor, o que provocou enfrentamentos entre estudantes e a polícia. Os alunos da Universidade ODTU, em Ancara, decidiram nesta quarta boicotar as aulas e marchar em protesto rumo ao Ministério de Energia, mas foram interrompidos pela polícia, que utilizou canhões de água e gás lacrimogêneo para dispersá-los. Os estudantes responderam lançando paralelepípedos, coquetéis molotov e objetos e um dos manifestantes foi detido, após ser ferido na cabeça, informou o jornal Hurriyet.

Homem ora por parente enquanto trabalhadores cavam sepulturas para corpos resgatados de mina Reuters


Uma assinatura que vale muito

Contribua para mantermos um jornalismo profissional, combatendo às fake news e trazendo informações importantes para você formar a sua opinião. Somente com a sua ajuda poderemos continuar produzindo a maior e melhor cobertura sobre tudo o que acontece no nosso Rio de Janeiro.

Assine O Dia