Atiradores matam nove em ataque a igreja no nordeste da Nigéria

'Enquanto realizávamos a cerimônia, começamos a ouvir tiros e todos fugiram' disse uma testemunha

Por julia.sorella

Abuja - Homens armados abriram fogo durante uma cerimônia em uma igreja em um vilarejo remoto no nordeste da Nigéria, matando nove pessoas enquanto os fiéis fugiam para um matagal, informaram a polícia e testemunhas nesta segunda-feira.

Um membro da congregação disse que as pessoas saltaram pelas janelas para tentar escapar do ataque de domingo em Attangara, nas colinas de Gwoza – principal bastião de militantes do Boko Haram na sua campanha crescente para criar um Estado islâmico.

“Enquanto realizávamos a cerimônia, começamos a ouvir tiros e todos fugiram”, declarou Matha Yohana à Reuters.

“Mais de 10 deles (os atiradores) estavam em motocicletas e em um carro”, disse ela, acrescentando que alguns moradores perseguiram os atiradores, matando quatro deles e capturando três. Uma fonte da polícia disse que nove pessoas foram mortas no ataque à igreja.

O Boko Haram já matou milhares de pessoas desde que iniciou sua campanha em 2009 e rendeu manchetes em todo o mundo em abril, quando sequestrou mais de 200 alunas em outra parte do Estado de Borno.

O sequestro provocou grande pressão política sobre o presidente nigeriano, Goodluck Jonathan, que na quinta-feira ordenou uma “operação em larga escala” contra os militantes. Ele aceitou ajuda dos Estados Unidos e de outras potências estrangeiras para tentar libertar as estudantes.

Uma assinatura que vale muito

Contribua para mantermos um jornalismo profissional, combatendo às fake news e trazendo informações importantes para você formar a sua opinião. Somente com a sua ajuda poderemos continuar produzindo a maior e melhor cobertura sobre tudo o que acontece no nosso Rio de Janeiro.

Assine O Dia