Descarrilamento de metrô de Moscou deixa 19 mortos e 150 feridos

Elevação repentina na tensão elétrica causa parada do trem e faz com que vários vagões saíssem dos trilhos entre estações

Por tamara.coimbra

Rússia - O descarrilamento de um trem do metrô de Moscou entre duas estações deixou ao menos 19 mortos e 150 feridos durante a hora de mais movimento da manhã desta terça-feira, informou o Ministério das Emergências. O comitê de investigação da Rússia disse estar examinando as causas do acidente, mas parece não haver suspeita de crime.

Serviço de emergência transporta um passageiro ferido para fora da estação de metrô de MoscouReuters

Passageiros feridos eram levados para fora das estações em macas, ensanguentados e com ataduras. Helicópteros transportavam para o hospital as vítimas em estado mais grave. Os passageiros estavam em estado de choque ou gritando quando levados para a superfície pelas equipes de socorro.

Investigadores disseram que uma elevação repentina na tensão elétrica provocou a parada do trem e fez com que diversos vagões saíssem dos trilhos entre as estações de Bulevar Slaviansky e Parque Pobedy.

"Ele brecou muito de repente. As luzes se apagaram e havia muita fumaça", contou um homem, com o nariz ensanguentado, em declaração à TV Rossiya-24.

Uma assinatura que vale muito

Contribua para mantermos um jornalismo profissional, combatendo às fake news e trazendo informações importantes para você formar a sua opinião. Somente com a sua ajuda poderemos continuar produzindo a maior e melhor cobertura sobre tudo o que acontece no nosso Rio de Janeiro.

Assine O Dia