Espanha retira cidadãos na Líbia por avaliar que situação do país vai piorar

Ministro de Relações Exteriores espanhol afirmou que situação é 'extraordinariamente urgente'

Por clarissa.sardenberg

Espanha - O governo espanhol decidiu evacuar nesta quinta-feira seu embaixador na Líbia, assim como os membros da delegação diplomática e os nacionais que quisessem sair do país por considerar que a situação lá "vai se agravar". O ministro de Relações Exteriores espanhol, José Manuel García-Margallo, declarou nesta quinta-feira a uma comissão parlamentar que a situação na Líbia "vai se agravar de forma muito urgente até extremos extraordinariamente grandes".

O embaixador da Espanha na Líbia, José Antonio Borgallo Huidobro, está entre as 28 pessoas retiradas nesta quinta-feira da Líbia em um avião Hércules da Força Aérea espanhola. Todos eles "corriam risco" se ficassem na Líbia, disse García-Margallo à Comissão das Relações Exteriores do Congresso dos Deputados para informar sobre os últimos eventos e a postura do Governo.

Cidadãos espanhóis e estrangeiros chegando da Líbia após ministro da Espanha mandar buscá-losEFE

Na embaixada da Espanha em Trípoli ficou um encarregado de arquivos, disse o ministro, acrescentando que Itália e Malta - que mantêm seus soldados em um número considerável - "se ocuparão dos assuntos consulares dos espanhóis" que preferiram permanecer na Líbia.

Dezesseis das 28 pessoas evacuadas nesta quinta são espanholas e 12 estrangeiras, segundo informou em comunicado o Ministério da Defesa. Na última terça-feira já houve uma evacuação dos espanhóis residentes na Líbia que a tinham solicitado, assim como de suas respectivas famílias. Naquela ocasião, foi retirado um total de 60 pessoas, das quais 37 eram espanholas e o resto eram cidadãos portugueses e poloneses.

Uma assinatura que vale muito

Contribua para mantermos um jornalismo profissional, combatendo às fake news e trazendo informações importantes para você formar a sua opinião. Somente com a sua ajuda poderemos continuar produzindo a maior e melhor cobertura sobre tudo o que acontece no nosso Rio de Janeiro.

Assine O Dia