Barco naufraga em Bangladesh com 200 passageiros a bordo

Apenas metade das pessoas foi resgatada

Por clarissa.sardenberg

Bangladesh - Um barco com cerca de 200 pessoas a bordo virou nesta segunda-feira no rio Padma, ao sudoeste da capital de Bangladesh, Daca, e equipes de resgate conseguiram resgatar metade delas, disse um chefe distrital do governo.

O vice-comissário do distrito de Munshiganj, Mohammad Saiful Hasan Badal, disse que cerca de 100 passageiros haviam sido retirados a salvo da embarcação. Não foram confirmadas mortes até o momentos.

Familiares mostram fotografias de seus entes queridos que estavam em embarcação naufragada EFE

Equipes da autoridade aquaviária de Bangladesh, dos bombeiros e do Exército estavam envolvidas na operação de resgate, a 30 quilômetros ao sudoeste da capital.

“A maioria dos passageiros estava voltando da cidade para casa após celebrar o (feriado de) Eid-al Fitr”, disse Saiful à Reuters, referindo-se à época que marca o fim do mês sagrado do Ramadã.

Um acidente semelhante aconteceu em maio, quando 54 corpos foram recuperados de uma embarcação que naufragou com cerca de 200 pessoas a bordo.

Parentes se reúnem junto ao rio Padma para aguardar barcos de resgate com vítimas de naufrágio EFE

Bangladesh, que possui extensas vias de transporte em rios e fracos padrões de segurança, tem um histórico preocupante de acidentes de barcos.

A superlotação é um fator comum em muitos dos acidentes e cada vez que um acontece, o governo promete regulações mais rígidas.

Em março de 2012, uma balsa afundou próxima ao mesmo local desse último acidente, resultado em 145 pessoas mortas.

Uma assinatura que vale muito

Contribua para mantermos um jornalismo profissional, combatendo às fake news e trazendo informações importantes para você formar a sua opinião. Somente com a sua ajuda poderemos continuar produzindo a maior e melhor cobertura sobre tudo o que acontece no nosso Rio de Janeiro.

Assine O Dia