Passageiro é detido após ameaça de bomba em voo

Companhia aérea informou que avião transportava 269 passageiros e contava com uma tripulação de 13 membros

Por clarissa.sardenberg

Inglaterra - Um homem foi detido depois que o avião no qual viajava como passageiro foi escoltado nesta terça-feira por um caça da Força Aérea britânica (RAF) até o aeroporto inglês de Manchester por um falsa ameaça de bomba, informou a polícia. O aparelho, um Airbus A330 da companhia aérea Catar Airways procedente de Doha, aterrissou sem problemas e a polícia de Manchester deteve um indivíduo que supostamente lançou uma ameaça de bomba que era falsa, indicaram fontes oficiais.

A companhia aérea catariana informou que o avião, procedente de Doha, transportava 269 passageiros e contava com uma tripulação de 13 membros, mas não quis oferecer mais detalhes porque, disse, "a investigação "está agora nas mãos da polícia". O alerta de segurança aconteceu por volta das 12h30 local (9h30e, Brasília), quando o piloto do voo QR23, que se aproximava do aeroporto de Manchester, alertou as autoridades sobre a existência de uma "possível bomba a bordo".

Um caça Eurofighter Typhoon decolou então da base aérea da RAF de Coningsby, no condado de Lincolnshire (leste da Inglaterra), e, após alcançar o avião comercial, o escoltou até seu destino. A polícia de Manchester decidiu enviar o caça depois que "o piloto recebeu informação sobre a existência de um possível bomba a bordo", explicou o superintendente do corpo na cidade, John O'Hare.

O alerta manteve as instalações aeroportuárias fechadas durante um curto período de tempo e vários aviões foram desviados a aeroportos próximos, apesar das operações em Manchester serem reatadas totalmente, informaram fontes oficiais. Por sua vez, um porta-voz da RAF confirmou que o avião da Catar Airways "foi escoltado até Manchester, onde aterrissou sem problemas", ao mesmo tempo que assinalou que "o incidente está agora nas mãos das autoridades civis".

Uma assinatura que vale muito

Contribua para mantermos um jornalismo profissional, combatendo às fake news e trazendo informações importantes para você formar a sua opinião. Somente com a sua ajuda poderemos continuar produzindo a maior e melhor cobertura sobre tudo o que acontece no nosso Rio de Janeiro.

Assine O Dia