Guarda Nacional dos EUA tentará conter violência após morte de jovem negro

Medida foi anunciada após polícia enfrentar grupo na segunda noite sob toque de recolher; os oficiais dispersaram a multidão

Por leonardo.rocha

Esrados Unidos - A Guarda Nacional será enviada a cidade de Ferguson, no Estado do Missouri, em meio a uma escalada dos protestos pela morte de um adolescente desarmado por um policial branco. O governador do Estado, Jay Nixon, ordenou o envio para "ajudar a restabelecer a paz e a ordem e proteger os cidadãos de Ferguson". A medida foi anunciada após a polícia ter enfrentado manifestantes antes de uma segunda noite de toque de recolher. Oficiais dispersaram a multidão e não foram registradas vítimas.

Manifestantes marcham durante protesto pela morte de jovem negro Michael Brown em Ferguson%2C nos EUAReuters


Michael Brown, de 18 anos, estava desarmado quando um policial atirou nele no dia 9 de agosto na pequena Ferguson, um subúrbio de St. Louis de maioria negra, mas com uma polícia majoritariamente branca. O policial atirou após ter supostamento parado o adolescente por estar andando na rua, atrapalhando o tráfego.

O oficial tem seis anos de experiência e está afastado em licença remunerada desde o incidente. O caso tem sido visto como uma evidência de como os Estados Unidos não conseguiram se livrar de suas tensões raciais. A cidade é palco de batalhas entre as autoridades e dezenas de manifestantes que reprovam o comportamento da polícia. O Missouri declarou estado de emergência e anunciou um toque de recolher no sábado em resposta à violência.

Uma assinatura que vale muito

Contribua para mantermos um jornalismo profissional, combatendo às fake news e trazendo informações importantes para você formar a sua opinião. Somente com a sua ajuda poderemos continuar produzindo a maior e melhor cobertura sobre tudo o que acontece no nosso Rio de Janeiro.

Assine O Dia