Conflito na Ucrânia leva mais de 1 milhão a sair de casa, diz Acnur

Número de desalojados dentro do país devido ao conflito quase dobrou nas últimas três semanas

Por clarissa.sardenberg

Mais de 1 milhão de pessoas foram forçadas a sair de casa devido ao conflito na Ucrânia, incluindo 814.000 ucranianos que estão agora na Rússia em diferentes condições, disse o Alto Comissariado das Nações Unidas para Refugiados (Acnur), nesta terça-feira.

O número de desalojados dentro da Ucrânia devido ao conflito quase dobrou nas últimas três semanas para ao menos 260.000, e há mais pessoas fugindo, disse um pouco antes a agência da ONU a repórteres em Genebra.

Refugiados ucraninaos em acampamento provisório montado na cidade russa de Novoshakhtinsk%2C na região de Rostov%2C próxima à fronteira entre Ucrânia e RússiaReuters

"É seguro dizer que há agora mais de 1 milhão de pessoas desalojadas como resultado do conflito, interna e externamente, em conjunto", disse Vincent Cochetel, diretor do Acnur para a Europa, a jornalistas.

"Quero dizer, 260.000 na Ucrânia, uma estimativa por baixo, 814.000 na Rússia, e então você acrescenta o restante.. na Belarus, Moldávia, União Europeia."

Uma assinatura que vale muito

Contribua para mantermos um jornalismo profissional, combatendo às fake news e trazendo informações importantes para você formar a sua opinião. Somente com a sua ajuda poderemos continuar produzindo a maior e melhor cobertura sobre tudo o que acontece no nosso Rio de Janeiro.

Assine O Dia