Tuberculose matou 1,5 milhão de pessoas em 2013, diz OMS

Documento acrescenta que, entre as vítimas, 360 mil eram doentes infectados com o vírus HIV

Por leonardo.rocha

OMS - A tuberculose fez 1,5 milhão de vítimas entre 9 milhões de pessoas que contraíram a doença em 2013, número superior às estimativas iniciais, revelou nesta quarta-feira, em Genebra, a Organização Mundial da Saúde (OMS). Os números constam do relatório anual sobre a tuberculose. O documento acrescenta que, entre as vítimas, 360 mil eram doentes infectados com o vírus HIV.

A estimativa inicial era 8,6 milhões de casos e, segundo o diretor do programa da OMS de combate à tuberculose, Mario Raviglione, o aumento deve-se "aos investimentos nos sistemas de monitoração e vigilância (...) que proporcionam mais e melhores dados". Ele informou que a tuberculose é a segunda doença infecciosa que mais mata, situando-se perto do HIV.

No entanto, a taxa de mortalidade de tuberculose diminuiu 45% desde 1990, e o número de novas infecções diminuiu para 1,5% por ano, com 37 milhões de vidas salvas desde 2000, devido a diagnósticos feitos a tempo útil e aos tratamentos oferecidos.

Uma assinatura que vale muito

Contribua para mantermos um jornalismo profissional, combatendo às fake news e trazendo informações importantes para você formar a sua opinião. Somente com a sua ajuda poderemos continuar produzindo a maior e melhor cobertura sobre tudo o que acontece no nosso Rio de Janeiro.

Assine O Dia