Nave tripulada russa decola rumo à Estação Espacial Internacional

Soyuz se acoplará à plataforma orbital dentro de seis horas, após dar quatro voltas ao redor da Terra

Por daniela.lima

Moscou - A nave russa Soyuz TMA-15M, com três tripulantes a bordo - uma italiana, um russo e um americano - foi lançada neste domingo da base de Baikonur, no Cazaquistão, com destino à Estação Espacial Internacional (ISS). A Soyuz decolou às 00h01 de Moscou (19h01 de Brasília) com ajuda de um foguete portador Soyuz-FG, em um lançamento que transcorreu sem contratempos, informaram as agências russas.

A nave se acoplará à plataforma orbital dentro de seis horas, após dar quatro voltas ao redor da Terra. A tripulação da Soyuz TMA-15M é formada pelo russo Anton Shkaplerov, a italiana Samantha Cristoforetti e o americano Terry Virts. Cristoforetti, de 37 anos, astronauta da Agência Espacial Europeia, é a primeira mulher italiana que viaja ao espaço. Em sua bagagem, a astronauta leva uma cafeteira espacial, à qual deu o nome de "ISSpresso" (uma brincadeira com a sigla da estação em inglês), e que permitirá pela primeira vez a degustação de um café expresso a bordo da plataforma orbital.

Segundo o plano de voo, a expedição terá uma duração de 169 dias e inclui a recepção de naves de carga, assim como um vasto programa de experimentos científicos. Os tripulantes da Soyuz TMA-15M são aguardados na plataforma orbital pelos cosmonautas russos Yelena Serova e Aleksandr Samokutyaev, e pelo astronauta americano Barry Wilmore. A Estação Espacial Internacional, um projeto de mais de US$ 100 bilhões no qual participam 16 nações, orbita em uma velocidade de mais de 27.000 km/h a uma distância de 400 quilômetros da Terra.

Uma assinatura que vale muito

Contribua para mantermos um jornalismo profissional, combatendo às fake news e trazendo informações importantes para você formar a sua opinião. Somente com a sua ajuda poderemos continuar produzindo a maior e melhor cobertura sobre tudo o que acontece no nosso Rio de Janeiro.

Assine O Dia