Merkel encontra o papa Francisco e oferece doação a filhos de refugiados

Na conversa estiveram temas como a luta contra a pobreza e a fome, o tráfico de pessoas e os direitos das mulheres

Por victor.duarte

Vaticano - A chanceler alemã Angela Merkel visitou o papa Francisco neste sábado e, durante o encontro de mais de 40 minutos no Palácio Apostólico, lhe ofereceu uma doação destinada aos filhos de refugiados.

Entre os temas que surgiram na conversa particular entre Francisco e Merkel estiveram a luta contra a pobreza e a fome, o tráfico de pessoas e os direitos das mulheres, os desafios da saúde global e o cuidado do meio ambiente, segundo informou o porta-voz vaticano Federico Lombardi.

Angela Merkel encontra o papa Francisco e oferece doação a filhos de refugiadosEfe

Os dois também examinaram os direitos humanos e da liberdade religiosa em algumas partes do mundo, e concordaram com a importância "dos valores espirituais para a coesão social", explicou Lombardi. Por último, se detiveram na situação da Europa e compartilharam a vontade de conseguir "uma solução pacífica" do conflito na Ucrânia.

Na tradicional troca de presentes, Merkel, filha de um pastor luterano, ofereceu ao pontífice um envelope com uma soma de dinheiro não especificada e que, segundo disse, queria que fosse destinada aos filhos dos refugiados.

Merkel também presenteou o papa com um conjunto de discos do compositor alemão e protestante Johann Sebastian Bach e um livro sobre vacinações na Índia. Por sua vez, como é habitual, Francisco presenteou a governante alemã com a medalha de seu pontificado, que conta com uma representação na parte superior de São Martinho compartilhando seu manto com um pobre.

Uma assinatura que vale muito

Contribua para mantermos um jornalismo profissional, combatendo às fake news e trazendo informações importantes para você formar a sua opinião. Somente com a sua ajuda poderemos continuar produzindo a maior e melhor cobertura sobre tudo o que acontece no nosso Rio de Janeiro.

Assine O Dia