Médica brasileira relata que três amigos seus estão presos no Everest

O grupo de montanhistas está no acampamento 1 que fica a aproximadamente 5,9 mil metros de altitude

Por luis.araujo

Nepal - O terremoto que atingiu o Nepal neste sábado também produz reflexos aqui no Brasil. A médica e montanhista brasileira Karina Oliani, que escalou quatro vezes o monte Everest - pico mais alto do mundo - relatou ao iG que três amigos - todos norte-americanos - estão presos na montanha acompanhados de muitos feridos.

Galeria: Forte terremoto deixa mais de mil mortos no Nepal

"Falei com a mulher do Scotty Fimper que me relatou que a situação lá é caótica, trágica e perigosa porque os tremores não cessaram. Tem outro amigo com ele, o Mingmar Sherpa. Eles estão bem, mas tem pelo menos dez feridos no acampamento em que eles estão. Ainda não tive notícias do Pembar, que escalou o Everest comigo em 2013. Está desaparecido", relata.

Forte terremoto no Nepal mata centenas e provoca avalanche no EverestFoto%3A EFE

O grupo de montanhistas está no acampamento 1 que fica a aproximadamente 5,9 mil metros de altitude. "Um helicóptero poderia fazer o resgate, mas eles estão com dificuldade de comunicação. Só consegui notícias dele pela internet, via redes sociais. Com o terremoto, Katmandu está sem telefone ou qualquer outro meio de comunicação.

Sobre a capital nepalesa, Karina Oliani relata que "as construções são muito antigas. As ruas são muito estreitas e um tanto caóticas com grande circulação de pessoas, de veículos e até de animais. Só imagino o que eles estão enfrentando", lamenta.

Uma assinatura que vale muito

Contribua para mantermos um jornalismo profissional, combatendo às fake news e trazendo informações importantes para você formar a sua opinião. Somente com a sua ajuda poderemos continuar produzindo a maior e melhor cobertura sobre tudo o que acontece no nosso Rio de Janeiro.

Assine O Dia