Por victor.duarte

Afeganistão - Quatro pessoas morreram e 20 ficaram feridas neste domingo em um atentado suicida contra um comboio da missão policial da União Europeia (UE) no Afeganistão (EUPOL) nos arredores do Aeroporto Internacional de Cabul, informaram fontes oficiais.

Um suicida detonou um veículo carregado de explosivos contra o comboio da UE próximo a um edifício militar da Otan e ao aeroporto da cidade, disse o chefe de Emergências do Ministério do Interior, Homayoon Ain. A EUPOL confirmou a morte de um membro das forças de segurança no atentado e informou que dois integrantes da missão policial que estavam no mesmo veículo sofreram ferimentos leves.

Soldados ficam em veículo blindado na Base de avanço no distrito de Nari perto do posto do exército na província de KunarReuters

Uma fonte da Embaixada britânica em Cabul que preferiu manter o anonimato informou sobre a morte de um cidadão britânico, que trabalhava para a EUPOL, mas que não fazia parte da equipe. "Nossos consulados estão preparados para oferecer ajuda à família da vítima", declarou a fonte. Entre os mortos também há duas mulheres e o agressor, informou pelo Twitter um porta-voz do Ministério do Interior afegão, Sediq Sediqqi, que acrescentou que três crianças e oito mulheres ficaram feridas.

Os talibãs reivindicaram a autoria do ataque, realizado contra dois veículos que estavam sendo vigiados pela inteligência. Sete soldados das tropas internacionais morreram na explosão, apesar de os talibãs terem o costume de exagerar na dimensão de seus atentados. De acordo com o grupo insurgente, este foi o quinto ataque contra as forças de segurança na capital afegã desde o início da ofensiva talibã de primavera, no dia 24 de abril.

Os Estados Unidos mantêm sua missão de combate "antiterrorista" no Afeganistão com cerca de 11 mil soldados, que devem permanecer no país até 2016, mas Washington ainda pensa nos termos e na duração dessa operação

Você pode gostar