Bebê sobrevive após ser arrastado por 2 km por uma enxurrada na Colômbia

Mãe do bebê e outros 11 familiares morreram depois de serem arrastados pela enxurrada de lama na cidade de Salgar

Por victor.duarte

Colômbia - Um bebê de 11 meses sobreviveu a um grande deslizamento de terra na Colômbia que matou mais de 80 pessoas. A mãe do bebê e outros 11 familiares morreram depois de serem levados por uma enxurrada de lama na cidade de Salgar, na província de Antioquia, noroeste do país.

Os médicos acreditam que a criança, chamada Jhosep Díaz, sobreviveu por estar dentro de um berço acolchoado, que foi arrastado por cerca de 2 km pela enchente. "Acho que não aconteceu nada com ele pois a corrente o arrastou com o colchão do berço e todo o resto", disse a prima de Jhosep, Natalia Rincón, ao jornal El Tiempo, de Bogotá. Quando foi finalmente encontrado, Jhosep estava de bruços, coberto de lama, mas com vida.

Bebê sobrevive após ser arrastado por 2 km por uma enxurrada na ColômbiaDivulgação

Os médicos que atenderam o bebê afirmaram que ele estava com muito frio quando foi encontrado, mas relativamente ileso. A criança estava inconsciente e não abria os olhos, mas estava respirando. O avô de Jhosep, Álvaro Hernández, ficará com a custódia.

"Em meio a tantas notícias ruins, sobre a morte de nossos familiares, a sobrevivência do meu neto é um milagre", disse. Os trabalhos para recuperar os corpos das vítimas dos deslizamentos continuam. Já são pelo menos 84 vítimas e, entre estas, cerca de 50 foram identificadas. O deslizamento em Salgar é o pior desastre natural na Colômbia desde o terremoto de 1999.

Uma assinatura que vale muito

Contribua para mantermos um jornalismo profissional, combatendo às fake news e trazendo informações importantes para você formar a sua opinião. Somente com a sua ajuda poderemos continuar produzindo a maior e melhor cobertura sobre tudo o que acontece no nosso Rio de Janeiro.

Assine O Dia