Cidade da China usa drones para vigiar provas de acesso às universidades

Vigilância foi utilizada no 'Gaokao' (uma espécie de Enem da China), exames que reúnem cerca de 9 milhões de estudantes

Por victor.duarte

China - A cidade chinesa de Luoyang começou a usar drones para patrulhar as provas para evitar que seus estudantes "colem". Este método de vigilância foi utilizado no "gaokao" (uma espécie de Enem da China), que é um período de exames que reúne cerca de nove milhões de adolescentes chineses todo ano para determinar se eles entram ou não nas universidades.

Estes drones incorporam detectores de ondas de rádio emitidas por dispositivos eletrônicos - proibidos nos locais de exame - que permitem localizar sua origem e avisar a um painel de controle onde se encontra o infrator.

A China fica paralisada todos os anos nos dias do "gaokao", já que o trânsito é interrompido em várias cidades do país e em outras como Pequim são montados esquemas antiterroristas, para que nada interfira nos exames.

Os drones foram vistos por várias testemunhas%2C que denunciaram o fato para a políciaDivulgação


Uma assinatura que vale muito

Contribua para mantermos um jornalismo profissional, combatendo às fake news e trazendo informações importantes para você formar a sua opinião. Somente com a sua ajuda poderemos continuar produzindo a maior e melhor cobertura sobre tudo o que acontece no nosso Rio de Janeiro.

Assine O Dia