Menino que recebeu transplante duplo de mãos já quer segurar irmã no colo

Médico revelou que o pequeno é sempre positivo e isso fez total diferença em seu tratamento

Por clarissa.sardenberg

Estados Unidos - Um menino de 8 anos que recebeu um transplante de mãos duplo revelou à emissora "NBC News" que a coisa que mais deseja é pegar a irmãzinha no colo. “Minha coisa favorita [será] esperar que ela corra para os meus braços enquanto eu pego ela no colo e giro”, disse Zion Harvey, que é de Baltimore, em Maryland, nos Estados Unidos.

Zion Harvey recebeu transplante duplo de mãoDivulgação / Children's Hospital Philadelphia

Aos 2 anos, Zion, perdeu as mãos por causa de uma infecção bacteriana. Nesta terça-feira, médicos do Hospital Infantil da Filadélfia anunciaram que tinham feito a cirurgia, que durou cerca de 11 horas. O menino contou que esse é um sonho que se transformou em realidade.

Zion Harvey e a irmãDivulgação

“Esperava que alguém me perguntasse: ‘Você quer fazer um transplante de mãos?’ E se tornou realidade”, contou.

O médico de Zion revelou que o menino é sempre positivo, o que faz total diferença em seu tratamento.

"Quando eu vi as mãos de Zion, pela primeira vez após a operação, eu senti como se ele estivesse renascendo”, disse a mãe do menino, Pattie Ray, ao “Today”. “Eu vejo o meu filho com uma luz que não via em cinco anos. É como ter um recém-nascido. Foi um momento de muita alegria para mim”, revelou.

O pequeno Zion se adaptou às dificuldades ao longo dos anos. Ele escrevia, comia sozinho e jogava videogames como qualquer criança faz.

“Eu quero agradecer a vocês por me ajudarem a fazer isto”, disse Zion duante uma coletiva de imprensa nesta terça-feira.

Zion ainda tem um caminho pela frente e terá que fazer fisioterapia e e tomar medicamentos antirrejeição.

Uma assinatura que vale muito

Contribua para mantermos um jornalismo profissional, combatendo às fake news e trazendo informações importantes para você formar a sua opinião. Somente com a sua ajuda poderemos continuar produzindo a maior e melhor cobertura sobre tudo o que acontece no nosso Rio de Janeiro.

Assine O Dia