Família abre caixão de adolescente depois de ouvir gritos de 'socorro'

Jovem tinha sido enterrada há um dia. Parentes afirmam que o vidro que protegia parte do caixão foi quebrado por ela

Por clarissa.sardenberg

Honduras - Neysi Perez, de 16 anos, foi declarada morta e enterrada em La Entrada, em Honduras, mas praticamente um dia após o enterro, o marido da moça a ouviu gritando e, com a ajuda de familiares, abriu seu caixão. Segundo ele, a jovem que estava grávida de três meses pedia por "socorro", informou o Daily Mail. Após retirarem o corpo do túmulo, a jovem foi submetida a exames médicos que, apesar da esperança dos familiares, constataram que ela estava mesmo morta.

Familiares quebraram túmulo de adolescente grávida após marido ouvir gritos de socorroReprodução Internet

"Ela gritava por socorro", contou o marido da jovem à uma emissora local. "Já havia passado quase um dia desde o enterro. Não pude acreditar naquilo. Fiquei estático. Eu me enchi de esperança", completou.

Familiares contaram que ao abrirem o túmulo da jovem, constataram que o vidro que protegia parte do caixão tinha sido quebrado e que os dedos da moça estavam machucados. Após os exames médicos, o corpo de Neysi foi novamente enterrado no mausoléu.

Neysi foi encontrada inconsciente após se levantar para usar o banheiro externo da casa em que morava. Grávida de três meses, ela foi encaminhada a um hospital próximo, mas não resistiu.

Uma assinatura que vale muito

Contribua para mantermos um jornalismo profissional, combatendo às fake news e trazendo informações importantes para você formar a sua opinião. Somente com a sua ajuda poderemos continuar produzindo a maior e melhor cobertura sobre tudo o que acontece no nosso Rio de Janeiro.

Assine O Dia